LABRE-RJ participa de Mostra Espacial do Rio de Janeiro

LABRE-RJ participa de Mostra Espacial do Rio de Janeiro



Com informações de Tony PY1AX e Gil PU1UHF

A LABRE-RJ participou de uma demonstração de radioamadorismo dentro da I Mostra Espacial do Rio de Janeiro (I MERJ) e do evento de lançamento regional da Olimpíada Brasileira de Satélites (OBSAT MCTI). O evento aconteceu na Universidade do Estado do Rio de Janeiro – Campus Maracanã, na Concha Acústica Marielle Franco, dia 20 de agosto (sábado), das 8h às 18h. Estiveram presentes, pela LABRE-RJ, o presidente Sérgio PY1PP, o diretor social Marcos PY1MZ, e o diretor de ensino e tecnologia, Tony PY1AX.
A I MERJ pretende apresentar os laboratórios e grupos que atuam na área espacial e desenvolvem pesquisas e atividades de extensão universitária em todo o estado do Rio de Janeiro. Além da LABRE-RJ, houve a apresentação de projetos e  grupos de extensão no contexto aeroespacial, tais como: Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA), Grupo de Foguetes do Rio de Janeiro (GFRJ/ UERJ), Minerva Rockets (UFRJ), RocketWolf (CEFET), CEB Rocket Design (CEB), e outros.
Durante o evento, foi realizado lançamento e rastreamento de um balão meteorológico dotado de uma radiossonda, operando em 403 MHz. O balão subiu até uma altura de cerca de 24 km e uma temperatura de -80ºC, quando estourou, conforme previsto, e caiu no mar percorrendo cerca de 120 km de distância, considerando a subida, descida, curvas e caiu a 60 km do litoral, defronte a Arraial do Cabo. O rastreamento ocorreu em tempo real, acompanhado num telão, pela estação da UERJ, montada pelo prof. Gil Pinheiro, PU1UHF. Para este lançamento, houve o pedido de autorização junto ao Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), da Aeronáutica, feito pelo Reitor da UERJ, Prof. Mário Sérgio.
Rastreamento da radiossonda
A LABRE-RJ montou um “stand” aonde instalou uma estação para contatos em fonia e telegrafia em várias bandas e também foram realizadas diversas demonstrações e troca de informações a respeito da operação de satélites por parte dos radioamadores. Na ocasião, Tony fez um contato por meio do satélite AO91. 
 
Da esquerda para a direita:
Sérgio Mendes, PY1PP, pres. da LABRE-RJ
Prof. Mário Sérgio, Reitor da UERJ
Tony, PY1AX, Dir. Ensino/Tecnologia LABRE-RJ
Profª Cláudia Gonçalves
Prof. Gil Pinheiro, PU1UHF


O stand também contou com a exposição de chaves telegráficas com oscilador para a audição dos sinais em código morse. Os visitantes, desde crianças de 7 anos até adultos, tiveram a oportunidade de tentar manipular sinais em morse utilizando as chaves, como o famoso SOS. Curiosos, os visitantes saíam maravilhados pelo contato com esta tecnologia que, embora não seja mais utilizada em larga escala, ainda é muito apreciada por radioamadores e utilizada por gigantes da tecnologia, como o Google (https://experiments.withgoogle.com/collection/morse) e Samsung (https://www.samsung.com/in/microsite/good-vibes/) em projetos especiais.

 
 
Viva o radioamadorismo!



Receba em primeira mão as notícias publicadas no QTC da ECRA!
 
Se você usa Whatsapp, acesse ZAP.ECRA.CLUB
Se você usa Telegram, acesse TELEGRAM.ECRA.CLUB
Ou siga o QTC da ECRA no Twitter: TWITTER.COM/QTCECRA

Comentário (1)

  • Zilton Cezar Reply

    Parabéns pela iniciativa, muito importante para preservar e divulgar o radioamadorismo.

    30 de agosto de 2022 at 08:36

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Skip to content