LABRE-MT desmantela interferência na repetidora de Cuiabá

A LABRE- Liga de Amadores Brasileiros de Rádio Emissão do estado de Mato Grosso, identificou o equipamento que estava causando a interferência na repetidora PY9MSJ que atende toda a baixada cuiabana. A interferência intencional ocorria por meio de “bips” e fonia do emissor de forma a denegrir os usuários homologados pela ANATEL, com xingamentos e interferindo nos comunicados.

Após cerca de 30 dias consecutivos desta ação, os radioamadores da baixada cuiabana se empenharam em fazer uma operação “caça a raposa”. Muitos colegas usaram seus equipamentos para rastrear o sinal emissor na capital Cuiabá-MT e na cidade vizinha de Várzea Grande-MT, porém sem sucesso. Então, a diretoria da LABRE, munidos de uma antena direcional e um rádio portátil “all-mode” de VHF, puderam rastrear a origem do sinal malicioso e mapear a proximidade e a origem do sinal. Com base nestas coordenadas a Labre-MT formalizou uma denúncia no sistema Focus da Anatel- Agência Nacional de Telecomunicações, órgão competente da União para outorgas e fiscalização do espectro. Também protocolou junto à agência da Anatel em Cuiabá-MT um pedido de urgência, para que o responsável fosse identificado e o sinal desligado.

Passando-se alguns dias, nenhuma ação foi tomada pela Anatel, por motivos desconhecidos. Então a equipe resolveu sair a campo e agir, identificando o sinal de partida no município de Santo Antônio de Leverger-MT, distante cerca de 30 quilômetros de Cuiabá-MT e 65 quilômetros da recepção de nossa repetidora. Na ocasião foi solicitado o apoio da Policia Militar de Gato Grosso em Santo Antônio do Leverger-MT, que prontamente deu todo suporte para que a situação ocorresse dentro dos aspetos legais. Ao chegar no local rastreado, uma chácara na zona rural da cidade, o caseiro autorizou a entrada dos policiais e foi identificado um rádio HT ligado e ativado na frequência de entrada da repetira PY9-MSJ.  De forma intencional o equipamento estava acoplado a um telefone celular que enviava ao HT um sinal intermitente na frequência de 146.110Mhz, com subton de 203.5 khz, justamente na frequência de recepção e abertura da repetidora, o que evidenciou a má fé do usuário.

O caseiro da chácara alegou aos policiais militares que  não tinha conhecimento de que havia tal aparelho causando interferência e relatou que os equipamentos eram de seu cunhado. O proprietário dos equipamentos é um técnico em eletrônica, conhecido de alguns colegas radioamadores. O mesmo foi chamado ao local pela Policia Militar e deu algumas explicações a respeito do ocorrido. Foi lavrado um Boletim de ocorrência na unidade de policia local e todas as foram informações anexadas à denúncia na Anatel através do site e uma cópia recebida pela delegacia de Polícia Civil local.

“O objetivo da LABRE  foi identificar o autor das ofensas e desmantelar o sinal que causava interferência em nossa repetidora, que é largamente usada pelos radioamadores da região. As possíveis sanções administrativas ou penais cabe a Anatel, que até o momento não se manifestou, mas acreditamos que o fará em breve” lembra o presidente da LABRE, radioamador Cláudio Guolo.

A LABRE agradece o apoio da 3ª CIPM de Santo Antônio de Leverger que nos auxiliou neste procedimento sempre com atenção aos aspectos legais, do flagrante do uso indevido do equipamento. Agradecimento também aos colegas que ajudaram na operação.

Equipe Labre-MT

Print Friendly, PDF & Email

One thought on “LABRE-MT desmantela interferência na repetidora de Cuiabá”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *